Quarta-feira
12 de Junho de 2024 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

CNJ publica resolução que amplia acesso às licenças maternidade e parternidade

CNJ publica resolução que amplia acesso às licenças maternidade e parternidade Terça, 21 de maio de 2024 às 16:35 Magistrados, magistradas, servidores e servidoras do Poder Judiciário que são pais ou mães, genitores monoparentais, ou casais em união estável homoafetiva têm agora assegurado o direito de licença paternidade e maternidade. A medida está prevista na Resolução nº 556, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que também amplia as hipóteses de concessão de condições especiais de trabalho. O normativo alterou a redação das Resoluções nº 321/2020 e nº 343/2020 do CNJ, e considerou, entre outros pontos, a decisão do Supremo Tribunal Federal, na Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.277, que reconheceu como entidades familiares as uniões estáveis heteroafetivas, homoafetivas e as famílias monoparentais. Confira abaixo a íntegra da Resolução CNJ nº 556: Resolucao-556-CNJ.pdf Secom JFAL, com informações do TRF5
21/05/2024 (00:00)
Visitas no site:  2892406
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia

Contate-nos

Rua Uruguai,  987
-  Centro
 -  Itajaí / SC
-  CEP: 88302-203
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.